Mais Itanhaém estenderá rede de esgoto a 98% da Cidade; obras no Corumbá

Mais Itanhaém estenderá rede de esgoto a 98% da Cidade; obras no Corumbá

Publicado em

O maior programa de saneamento nos bairros começou com frentes de trabalho nas ruas Avelino Ambrósio e João Celestino da Costa


O maior investimento em infraestrutura da história da Cidade pelo Programa Mais Itanhaém começou na região do Corumbá, com frentes de trabalho nas ruas Avelino Ambrósio e João Celestino da Costa. Isso porque a Prefeitura assinou convênio que autoriza a Sabesp a dar início aos serviços de ampliação da rede coletora de esgoto para universalizar o saneamento básico na Cidade, que aumentará a cobertura para 98% na região.

Os serviços englobam execução de redes coletoras, ligações domiciliares, linha de recalque e estações elevatórias de esgoto no prazo de 42 meses. Serão 27 quilômetros a mais de rede coletora, 3.200 mil ligações domiciliares com rede de esgoto e 3 quilômetros tronco, somente nas regiões do Corumbá e do Cibratel II. Quando os trabalhos se estenderem para as demais regiões da Cidade, o número será ainda maior.

“Antes as pessoas tinham que fazer sua própria disposição final do esgoto, que acabaria na praia ou despejado na rua. Os moradores têm fossa dentro de casa e ela acaba extravasando, contaminando o lençol freático e criando um problema ambiental e de saúde. Com a rede coletora e tratamento de esgoto, é possível diminuir ou resolver a situação”, ressalta o engenheiro civil, Maurel Granatto Borges, de 60 anos.

Além de infraestrutura aos bairros, o investimento trará reflexos diretos na saúde pública e na qualidade de vida dos moradores. Outro importante impacto é na geração de emprego, já que os profissionais contratados pela empresa são, em sua maioria, moradores de Itanhaém. “Temos 65 pessoas do Município trabalhando diretamente nestas obras, mas a nossa intenção é contratar mais nos próximos meses. Isso sem falar dos empregos indiretos que movimentam a economia local por conta dos serviços”, ressalta o supervisor da obra, Lair Vieira, de 50 anos.

Neste momento, duas equipes estão em pontos diferentes para dar celeridade aos trabalhos. Até o fim de outubro, o número subirá para dez frentes de trabalho. A infraestrutura posicionará o Município no patamar das cidades mais saudáveis do país.

Além do tratamento de esgoto, a Estação de Tratamento de Água Mambu-Branco (ETA Mambu-Branco) ampliará a captação e distribuição dos atuais 1.600 litros por segundo para 3.200. A Estação está localizada na Estrada Francisco Paniquar Filho (antiga Estrada Coronel Joaquim Branco).

“Moro na Rua Avelino Ambrósio há 35 anos. É muito bom acompanhar a evolução do bairro, principalmente com estes serviços que são importantíssimos para quem mora aqui”, conta o aposentado Silvio Simões, de 76 anos. “O esgoto fica dentro de casa, eu tinha de desentupir. Não dava para plantar nada no quintal por causa do esgoto. Agora será uma maravilha, nota 100”.

O vice-prefeito e também coordenador do programa Mais Itanhaém, Tiago Cervantes, esteve no local para acompanhar o andamento dos serviços de saneamento na região do Corumbá. “Este investimento trará mudanças positivas aos moradores de Itanhaém. É uma obra que contribuirá para a qualidade de vida das pessoas”.

FONTE: Prefeitura de Itanhaem

Itanhaém Cidade 19/09/2019 às 14h58 Cidade

Veja Também

Comentários

Adicionar Comentário
sentiment_dissatisfied

Opsss... Ainda Não Temos Comentários Para Exibir!

Deixe Seu Comentário

Faça Sua Avaliação!