Cidade segura: Itanhaém segue com queda nos índices de criminalidade

Cidade segura: Itanhaém segue com queda nos índices de criminalidade

Publicado em

SEGURANÇA - Segundo relatório da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo, Cidade apresentou queda em relação a homicídios dolosos, estupros, roubos e furtos de veículos


Homicídios dolosos, estupros, roubos e furtos de veículos. Graças ao intenso trabalho de segurança em Itanhaém, as estatísticas relativas a estes problemas caíram na Cidade. Segundo relatório da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo, divulgado no último dia 25, de janeiro a maio deste ano o Município registrou queda de 42% em casos de estupro, 36% em homicídio doloso, 16,7% em roubo e 16,2% em furto de veículos, se comparado ao mesmo período de 2018.

Nos primeiros cinco meses de 2018, Itanhaém registrou 11 homicídios dolosos, enquanto neste ano foram 7. Estupro também teve uma diminuição considerável, caindo de 33 a 19. Roubo caiu de 348 a 290 e furto de veículos diminuiu de 99 a 83.

“Os índices são o resultado do trabalho desenvolvido pela segurança do Município. Já sabemos que estamos no caminho certo, basta continuarmos firmes e os indicadores devem cair ainda mais. Nosso maior objetivo é oferecer uma qualidade de vida cada vez maior aos munícipes”, destaca o prefeito de Itanhaém Marco Aurélio Gomes.

AÇÕES CONJUNTAS
Fruto das ações em consonância com o Estado, policiais militares das Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar (Rota) realizam uma série de ações especiais em Itanhaém. Além disso, houve apoio do Comando de Policiamento do Interior, do Comando de Operações Especiais e do Comando de Trânsito de São Paulo que enviaram reforços e colaboraram com a realização de operações especializadas.

Para o comandante do 29º Batalhão da Polícia Militar de Itanhaém, tenente-coronel Argeo Rodrigues, o conjunto é quem gera o resultado: “a parceria dos governos Municipal e Estadual, junto com as diversas forças policiais, não só colaborou para a redução dos indicadores criminais como também irá mantê-los em patamares aceitáveis”.

O tenente-coronel ainda relembra da importância da adesão ao programa Detecta, que é uma contrapartida da Prefeitura em relação aos diversos reforços recebidos pelas distintas unidades especializadas do Estado. Por meio do programa haverá a vinculação das câmeras de segurança de Itanhaém com o banco de dados Prodesp, sistema alimentado pelas polícias Civil e Militar para veículos produtos de furto, roubo ou envolvidos em crimes.

GUARDA CIVIL MUNICIPAL
Para garantir a segurança dos munícipes, a Guarda Civil Municipal (GCM) realiza diversas ações de patrulhamento preventivo nos bairros da Cidade. As operações, que visam estreitar a relação entre o órgão e a população, são constantes e itinerantes, de acordo com a necessidade de cada região.

Além disso, a GCM pode, inclusive, colaborar com as policias Civil e Militar por meio de operações em conjunto (forças-tarefa). “Realizamos ações que podem ser voltadas contra o uso de entorpecente, perturbação de sossego, tráfico de drogas, invasões de áreas verdes, entre outros atos ilícitos. Mas, além disso, atendemos outras ocorrências, como acidentes de trânsito com vítima, desinteligência, furto, roubo. Assim, conseguimos desafogar parte das demandas, principalmente da Polícia Militar”, finaliza o comandante da GCM, Antonio Carlos da Silva.

INVESTIMENTOS
Por meio do programa municipal Cidade Segura, a Prefeitura investe em diversos setores da segurança. As 61 câmeras de monitoramento distribuídas em pontos de maior movimento, sendo 14 com tecnologia OCR (que realizam a leitura de placas de automotores e identificam veículos roubados) são exemplos de importantes equipamentos que auxiliam as ações do Centro de Operações e Inteligência (COI).

Além disso, a Guarda Civil Municipal (GCM) trabalha armada e constantemente recebe novos equipamentos. Do fim do ano passado até este ano, foram entregues novos coletes de proteção balística, novas motocicletas para ajudar no patrulhamento e novos espargidores, equipamentos que podem ser empregados na defesa pessoal do agente e na dispersão de pequenos tumultos. Os espargidores têm em sua composição princípios naturais e não químicos que detêm a aglomeração de pessoas e as “marcam”, já que o produto tem a cor verde.

Ainda entre as ações de prevenção à violência, a Prefeitura investiu na eliminação dos pontos escuros da Cidade com a ampliação da rede de iluminação pública. Nos últimos anos, foram eliminados mais de 5 mil pontos escuros em bairros, que melhoram as condições de visualização e inibem a ação de marginais.

FONTE: Prefeitura de Itanhaem

Itanhaém Cidade 20/11/2019 às 14h50 Sociedade

Veja Também

Comentários

Adicionar Comentário
sentiment_dissatisfied

Opsss... Ainda Não Temos Comentários Para Exibir!

Deixe Seu Comentário

Faça Sua Avaliação!